Buscar
  • Ana Luiza de Lima

RICHARD PRINCE: INSTAGRAM E ARTE

Atualizado: Abr 26

Uma das questões que mais movimentam o mundo das artes é “O que é arte?’’. Essa discussão tem voltado a tona cada vez com mais frequência e no início deste ano o alvo foi o fotógrafo americano Richard Prince.

Nascido em 1949 e residente em Nova Iorque, o pintor e fotógrafo Richard Prince passou a se apropriar do trabalho de outros artistas por volta de 1977, quando fotografou uma fotografia originalmente feita por Sam Abell, que mais tarde foi utilizada na famosa campanha dos cigarros Marlboro. O artista, que começou então a explorar o trabalho de seus colegas através do que veio a chamar de ‘refotografia’ – que descreve o ato de fotografar uma foto – o que causou, e ainda causa, muito incomodo.

Depois de inúmeras ocorrências e discussões que envolviam Prince, seu método de apropriação de trabalhos e os direitos autorais, o artista volta a ser o centro das atenções em sua última exposição “New Portraits” – ou Novos Retratos.

A nova série exposta por Prince é composta nada mais nada menos do que por fotos de usuários do Instagram. Uma coleção de fotos tiradas por outros usuários e de assuntos variados compõem “New Portraits”, a exposição se trata de prints – capturas de tela – das fotos com comentários feitos por Prince.

O conteúdo exposto que já foi quase todo comercializado – segundo a CNN, rendeu ao artista 90 mil dólares por imagem, e esse é um dos motivos pelos quais se questiona o trabalho do fotógrafo, já que os autores originais das fotos não tinham conhecimento da utilização das imagens.

Alguns dos usuários que tiveram suas fotos utilizadas tem se manifestado através das redes sociais. Com reações distintas, há um grande grupo que não se importou com a utilização da foto e até se sentiu lisonjeado, entretanto, existem aqueles que estão desapontados com a falta de respaldo do artista com relação ao trabalho que era originalmente deles.

Prince, que já passou por acusações semelhantes devido à natureza de seu trabalho, não tem se importado com a repercussão negativa da exposição. Ele afirma em seu Twitter (@RichardPrince4) pessoal que está “realmente fascinado com todo ódio. Primeiramente eu achei que fosse uma piada, mas vocês estão falando sério mesmo! (…)”.

Além de questionar os limites da arte, “New Portraits” acabou por apresentar novos artistas. Se Prince decidir fazer uma nova exposição, você pode estar entre os artistas selecionados.


Publicado em Anual Design

#exposição #richardprince #experimental #art #photographer #london #arte #oqueéarte #exhibition #prints #instagram #polemica

4 visualizações
  • Instagram
  • LinkedIn

© 2020 The Reviewer Report