Buscar
  • Ana Luiza de Lima

from SXSW: the END of content

Atualizado: Abr 26

Basic math: Tempo é dinheiro Dinheiro é conteúdo Tempo é conteúdo


Numa época em que só consome o que faz sentido, entretenimento é o que move qualquer produção, se não há uma troca justa pelo que se oferece não há interesse em consumir.

Qualquer investimento que se faça em produção de conteúdo, por mais que ela siga todas as referências já propostas que partem desde o entendimento do público alvo até a formatação da mensagem para que essa se adeque ao momento e o formato usado nada adianta se o conteúdo não for: Shearchable – se eu procuro e não encontro qual o ponto de existir? Entertaining – o formato ‘internetico’ de consumo traz mudanças em como a gente quer ler, não adianta produzir em larga escala e escrever em formato jornal o que vai ser publicado em worldwideweb Shortt e m p o é tudo, make it count, use apenas o necessário

As tendências de conteúdo ressaltadas pelo founder e CEO do Giphy – sim, aquele site mesmo – são baseados na quantidade de conteúdo .gif disseminado, que beira o singelo número de 8 milhões de horas por dia. Assim a gente só confirma tudo que já se esperava: não adianta sair escrevendo se não tiver relevância, consumir conteúdo precisa ser worthy, caso contrário don’t even start writing.

#colaboração #sxsw2018 #giphy #conteúdo #content #produçãodeconteúdo #Sxsw

3 visualizações
  • Instagram
  • LinkedIn

© 2020 The Reviewer Report