Buscar
  • Ana Luiza de Lima

artreflections: Juízo Estético

Atualizado: Abr 26

sigo numa rotina de incursão em diversas exibições que eu não queria perder e desde Rafael, figura conhecida da arte renascentista, ao contemporâneo Ai Weiwei, perambulei nos mais diversos ambientes expositivos.


nas palavras de um alguém que se colocava ao meu lado enquanto andávamos pela presente bienal, ‘meu sobrinho poderia pintar isso’. a discussão de imposições de padrões de beleza chegaram às mídias tradicionais nos últimos anos e trazem à tona questionamentos relativos às exigências da indústria da beleza ao corpo humano, mas há muito se discute o conceito de belo e sua eventual utilização para deliberar qualidade ou a falta da mesma em se tratando de arte.

a arte deu esse passo muito antes que o mercado tivesse qualquer percepção consciente da sua condição de submissão. as discussões que permeiam o desprendimento das produções do conceito de belo já não faz parte do olhar crítico, enquanto isso, as pessoas procuram ainda a satisfação do prazer estético, ou uma arte que agrada.

olhar para algo agradável é desesperadamente precedido por uma ânsia por compreensão, um conforto que só se encontra naquilo que se reconhece, o estímulo ao desenvolvimento morre ao encontrar no lugar de uma pergunta, uma solução, mas é preciso lembrar que existir é um verbo, denota ação e demanda reação.


#afinidadesafetivas #padrõesdebeleza #arteemercado #reflexõessobrearte #arteeobelo #arteeconceito #33bienal #arte #beleza #bienalsãopaulo #oconceitodebelo #aiweiwei #artecontemporânea

0 visualização
  • Instagram
  • LinkedIn

© 2020 The Reviewer Report